admin 2 Comments

O mercado de fotografia atrai cada vez mais pessoas interessadas em ganhar dinheiro com foto. Apesar disso, existe uma barreira que assusta a maioria e acaba levando ao adiamento do sonho de viver de fotografia: a concorrência.

 

A pergunta que fica, portanto, é: afinal, a concorrência na fotografia é algo bom ou ruim? Nesse caso, o que temos aqui é uma boa notícia: ela é mais positiva do que negativa. Você vai entender o motivo logo mais na sequência. Acompanhe a leitura e confira!

Por que a concorrência é positiva?

De modo geral, quando um iniciante no mercado de fotografia observa que já existe concorrência na sua região, isso prova uma coisa: existe mercado.

 

O motivo é que, se alguém já está estabelecido, é fato que existem clientes interessados nesse tipo de serviço. Na prática essa é a informação que realmente importa.

 

Mas este é apenas um dos benefícios da concorrência. A seguir eu dividi as outras vantagens em subtópicos para falar separadamente sobre cada uma delas. Vamos lá.

É possível pesquisar a concorrência para entender

Sabendo que já existe um mercado de fotografia estabelecido, a pesquisa do iniciante é facilitada. Isso porque é possível fazer um mapeamento do mercado para entender como o cliente se comporta.

 

Qual o índice de qualidade com o qual o público está acostumado? Que tipo de fotografia mais interessa o cliente dessa região? Quais lugares o cliente potencial mais frequenta? Ele está disposto a se locomover para outros lugares para contratar um fotógrafo?

 

Essas são apenas algumas perguntas que podem ser respondidas a partir de uma observação da concorrência.

Entender os seguimentos

Se existe um público, o que você precisa é descobrir os seguimentos de fotografia que podem ser explorados, e a concorrência também ajuda bastante nesse sentido.

 

Nesse caso, porém, é preciso considerar também as próprias habilidades e interesses junto do retrato do mercado. Não adianta explorar um nicho onde o trabalho não trará satisfação pessoal só porque ele tem potencial de lucro, é importante que haja equilíbrio.

Saber o valor que o mercado pratica

Aqui temos a questão da precificação, que tanto incomoda quem deseja ganhar dinheiro com foto. Para regiões em que já existe concorrência na fotografia, essa missão se torna mais fácil.

 

Isso porque é possível entender o valor praticado pelo mercado. Nesse caso, o objetivo não é copiar ou fazer mais barato, longe disso. A ideia é entender o perfil do público de acordo com os indicadores de qualidade.

 

Na prática quer dizer que é possível descobrir se o público está disposto a pagar bem por um serviço de qualidade.

Analisar o que estão fazendo de errado e não errar

Por último, mas não menos importante, a concorrência também ajuda a adequar a estratégia. Isso significa observar o que os outros estão fazendo de errado para não cometer os mesmos erros. Essa questão se aplica tanto na questão do marketing quanto dos serviços oferecidos em si.

 

E então, o que achou desse conteúdo? Tem algo que deseja acrescentar? Fique à vontade para deixar sua opinião nos comentários.

Leia também: Como viver de fotografia

Categories:

Share this post

Comments

Post your comment